A espiritualidade japonesa e seus tesouros

A espiritualidade japonesa e seus tesouros

Texto de Arnaldo V. Carvalho

O Budismo e o Xintoísmo são as formas de religiosidade mais influentes no Japão. De uma maneira geral, os japoneses não assumem nenhuma dessas religiões de modo exclusivo, participando de rituais, festas, e cerimônias sejam budistas ou xintoístas, dependendo do contexto. Diz-se no próprio país que o japonês “nasce no xintoismo e morre no budismo”, pois tipicamente as famílias celebram o nascimento e “batismo” sob os auspícios do xintoismo, enquanto que a ritualística funerária é quase sempre a budista.

São muitos os tesouros dessa maneira de expressar e interagir com os fenômenos tipicamente espirituais, que incluem o invisível, a vida e a morte, o que está além da compreensão, a força da natureza, a ação correta para o autodesenvolvimento, para uma vida melhor individualmente e em sociedade.

Teremos a oportunidade de conhecer e meditar em vários dos mais representativos templos xintoístas e budistas do Japão. Muitos são patrimônios culturais tombados pela UNESCO; Suas histórias muitas vezes remontam mais de mil anos, e nos contarão mais sobre a cultura do Japão e suas principais virtudes.

Conheça um pouco mais sobre o Xintoísmo, o Budismo e nossa programação de viagem.

Xintoísmo

Imagine presenciar ao longo de sua vida a força da natureza em suas formas mais contrastantes, no local onde se vive.

São tufões que derrubam cidades, terremotos que reconstroem mapas, flores delicadas que surgem e se vão em apenas uma semana, águas quentes e sulfurosas que curam pessoas. Vida sendo feita e desfeita numa intensidade maior do que qualquer outro lugar do mundo. Seria possível não sentir a força da natureza em tudo isso, ainda mais quando tantos fenômenos ocorrem num só lugar, e em ciclos de tempo tão curtos?

As pessoas que vivem no Japão são testemunhas constantes de uma força que, ao olhar transcendente, podem ser chamadas de divinas.

A realidade mística do Japão se faz em tudo isso, e a essa natureza exuberante, eles espelham a própria busca por sabedoria. Em torno disso estruturou-se a espiritualidade japonesa, e desse modo concebeu-se uma religião nativa, conhecida como Xintoísmo. Sua principal característica é a adoração à natureza, com suas forças visíveis e invisíveis conhecidas como Kami (“espíritos”). Para os japoneses é indissociado de sua cultura geral, de seus hábitos de vida.

 

Budismo

O budismo chegou ao Japão por volta do século VI, e lá recebeu contornos próprios. No país do Sol Nascente, ele se renova e é nele que surge o Zen Budismo. O caminho espiritual originário da Índia, modificado no continente (China), recebeu, no Japão, influência de uma cultura de forte personalidade. O Zen Budismo, portanto, se alinha com tradições taoístas, e descobre a reverência à natureza do xintoísmo.

 

A espiritualidade em nossa viagem

Qualquer viagem de autoconhecimento poderia passar por lugares sagrados. Em nossa viagem Caminhos Essenciais, essa noção é levada ao tom mais profundo. Nossa viagem é em síntese uma peregrinação espiritual. Estaremos desde o princípio em contato com essas tradições, buscando compreender através dos sentidos a sabedoria que cada uma delas tem a nos passar.

Por isso mesmo, nossa viagem ocorrerá no outono, onde o Japão ficam mais silencioso, as árvores se recobrem de amarelos e vermelhos, e poderemos contemplar e meditar sobre cada experiência, com muito mais profundidade.

No Japão: Caminhos Essenciais, todos os dias haverá momento para meditação ou shiatsu meditativo. Todos os dias poderemos terminar com banhos de imersão, de limpeza não só do corpo mas da mente, da alma.

Nos primeiros dias, peregrinaremos rumo ao Monte Koyasan, primeiro local budista do Japão, e dormiremos em um dos mais de duzentos templos instalados no alto da montanha.

Seguiremos então, em meio a esse clima meditativo, na direção das antigas capitais imperiais – Kyoto e Nara, em busca dos grandes templos milenares que seguem ativos na propagação dos princípios de vida que estão tão arraizados no povo japonês e participam da concepção de todas as suas artes: cênicas, de cura, marciais. Apenas em Kyoto, Há cerca de 1600 templos entre budistas e xintoístas. Muitos são milenares, e alguns tão importantes culturalmente e historicamente, que são designados como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Faremos contato direto com a natureza, adentrando por reservas florestais e parques nacionais, apreciando o modo de vida rural e visitando o Sr. Fuji, a mais alta montanha japonesa, sagrada.

Os detalhes estão ao longo de nosso blog, não perca.

E se você ainda não se inscreveu para receber informações detalhadas e participar da viagem JAPÃO: CAMINHOS ESSENCIAIS, faça isso agora! Até lá.

Arnaldo V. Carvalho, organizador.

 

 

 

 

Anúncios

12 pensamentos sobre “A espiritualidade japonesa e seus tesouros

  1. Boa noite,Arnaldo. Qto tempo!!! Onde posso ter maiores detalhes dessa viagem, data,custos,etc? O grupo já está grande? Gde abraço. Cris Kaminice

    Enviada do meu iPhone

    >

    Curtir

    • Olá Cristina! Saudades de você! O grupo sairá do Brasil no dia 15 de outubro de 2015, e voltará dia 27 do mesmo mês. Faltam alguns detalhes para a definição de preço (que poderá ser mega parcelado), mas vou passar seu e-mail de contato para a agência de viagens que estará a frente da parte comercial da operação, a Me Voy, e em breve eles devem entrar em contato te passando todas as informações. Será a viagem de uma vida, não tenho dúvida.

      Curtir

  2. Pingback: Contemplação nos jardins japoneses | Japão 2015: Caminhos Essenciais do Shiatsu

  3. Pingback: A arte e a beleza da Torô (Lanterna Tradicional Japonesa) | Japão 2015: Caminhos Essenciais do Shiatsu

  4. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Escola de Shiatsu SHIEM

  5. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 2 – Escola de Shiatsu SHIEM

  6. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 3 – Escola de Shiatsu SHIEM

  7. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 4 – Escola de Shiatsu SHIEM

  8. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 5 – Escola de Shiatsu SHIEM

  9. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 6 – Escola de Shiatsu SHIEM

  10. Pingback: O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 7 – Escola de Shiatsu SHIEM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s